HOME > Vôlei > Ídolos Nacionais
Giovanni Gavio

Todos os elogios são merecidos quando se fala de Giovane Gávio, esse mineiro de Juiz de Fora que já ganhou todos os principais títulos do vôlei mundial e foi premiado como melhor bloqueador, melhor atacante e, para completar a coleção de prêmios, melhor jogador de vôlei do mundo.

Gigio, como é carinhosamente chamado por amigos, só se aproximou do vôlei aos 12 anos, por influência da irmã Giseli, que já começava a mostrar talento para o esporte.

O começo foi no clube Bom Pastor e logo já jogava também na equipe do Colégio dos Jesuítas, onde estudava. Além do incentivo da irmã mais velha, Giovane teve também todo o apoio dos pais, João e Lecy, que custeavam suas despesas e lhe davam todas as condições para seguir no vôlei.

Filho de militar, Giovane trouxe para as quadras duas qualidades que assimilou de sua educação: determinação e disciplina.

Ele só respirava vôlei: sua paixão era tanta que muitas vezes passava o dia inteiro no clube, entre os treinos na categoria infantil e as muitas horas sentado assistindo aos treinos da equipe adulta. E logo ganhou uma oportunidade: aos 16 anos, recebeu do Banespa um convite para jogar em São Paulo.

Dois anos depois de se mudar para São Paulo, o atacante era convocado pela primeira vez para a Seleção Brasileira e, de lá para cá, foram dezenas de títulos, prêmios, medalhas, conquistas, no Brasil e no exterior, e a consagração como um dos melhores e mais completos jogadores de todos os tempos.

A maior conquista até então veio em 1992, nos Jogos Olímpicos de Barcelona (Espanha), com a medalha de ouro, a única dos esportes coletivos do Brasil.

Títulos e mais títulos com a camisa da Seleção, nos clubes e na praia, por onde esteve durante três anos e foi campeão brasileiro (1998), ao lado do companheiro e amigo Tande.

De volta às quadras, Gigio transformou-se em um dos maiores ídolos nacionais ao conquistar, junto com a seleção brasileira, o bicampeonato olímpico, em 2004, em Atenas (Grécia).

Copyright © 2012-2015 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização