HOME > Remo > Curiosidades
Curiosidades

Curiosidades do Remo

 

Rivalidade

Uma das competições mais conhecidas no mundo é a regata Oxford x Cambridge, disputada pelas universidades do mesmo nome desde 1829. A corrida acontece no rio Tâmisa, na Inglaterra, e é disputada com barcos de oito atletas com timoneiro. Em 2004, Cambridge levou a melhor sobre a rival, que tinha vencido a prova nos dois anos anteriores.

 

Precoce

Em Paris-1900, na prova do dois com, os holandeses François Brandt e Roelof Klein vencem ao lado de um francês de apenas 7 anos de idade. Marcel Depaillé tornou-se o mais jovem medalhista de ouro das Olimpíadas. O pequeno vencedor substituiu o titular, acusado pelos companheiros de barco de estar acima do peso.

 

Doutor

Nos Jogos Olímpicos de 1924, Benjamin Spock era um dos atletas que integravam a tripulação medalha de ouro do oito com norte-americano. Em 1945, ele se tornou famoso ao publicar um livro sobre educação infantil chamado “The Common Sense Book of Baby and Child Care”, por décadas uma verdadeira bíblia para as mães do mundo todo.

 

Quase

Em Paris-1924, apesar de todos os problemas, o Brasil quase ganhou uma medalha no remo. Os irmãos Edmundo e Carlos Castelo Branco terminaram na quarta colocação no skiff duplo. Os dois remadores se inscreveram por conta própria, o que era permitido na época. Eles não faziam parte da delegação oficial, formada apenas pela equipe do atletismo.

 

Em família

Na prova do quatro com, em Berlim-1936, o barco francês conseguiu a medalha de bronze. O fato curioso é que o timoneiro era uma criança de apenas 12 anos, Noel Vandernotte, e dois dos remadores eram Fernand e Marcel Vandernotte, respectivamente seu pai e seu tio.

 

A última

Em Helsinque-1952, a final dos 2.000 m foi vencida surpreendentemente pelos argentinos Tranquillo Capozzi e Eduardo Guerrero, com três barcos de vantagem sobre os favoritos soviéticos. A dupla argentina correu com uma embarcação toda remendada, conseguida por empréstimo junto ao Club de Regatas de San Nicolas. Foi nos fiordes de Meilahti, naquele dia 23 de julho de 1952, que a Argentina conquistou sua última medalha de ouro.

 

Duplos

A Alemanha Oriental dominou completamente as provas de remo em Moscou-1980, ganhando 11 medalhas de ouro de um total de 14. Cada um de seus 54 remadores, homens ou mulheres, regressaram a seu país com uma medalha. Na prova do dois sem, os vencedores foram dois irmãos gêmeos, Joerg e Bernd Landvoigt. Curiosamente, a prata foi ganha por outra dupla de irmãos gêmeos, os soviéticos Yuri e Nikolai Pimenov.

Copyright © 2012-2015 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização