HOME > Opinião > Os cuidados com a coluna vertebral das crianças
Os cuidados com a coluna vertebral das crianças

Divulgação

* Giuliano Martins

O período de férias escolares é de descanso e de muitas brincadeiras para as crianças, mas os pais devem ficar atentos à postura dos filhos durante os afazeres diários como, por exemplo, assistir televisão, brincar, andar de bicicleta, utilizar equipamentos eletrônicos, entre outros, para não terem nenhum problema com a coluna vertebral dos pequenos.

Os cuidados com a postura da garotada são necessários para uma vida sadia. Como estão em pleno desenvolvimento, é fundamental que sejam estimulados a se locomoverem com ações como correr, pular e brincar o máximo de horas possíveis. Com estes comportamentos adquirem força muscular, equilíbrio e coordenação motora para terem uma boa musculatura e evitarem lesões no futuro.

A má postura na infância pode trazer alguns riscos, mas não existe uma regra para os baixinhos em relação ao alinhamento do corpo, porém os conselhos são os mesmos para os adultos, como, por exemplo, evitar ficar muito tempo na mesma posição. Durante as brincadeiras em que ficam sentados no chão devem cruzar as pernas e quando estão assistindo a televisão não podem ficar deitados de qualquer forma no sofá.

Atualmente, neste mundo cada vez mais virtual, mesmo com pouca idade, as crianças estão trocando os brinquedos tradicionais pela tecnologia como pelos tablets, smartphones e computadores, o que prejudica muito a saúde do corpo. Além de passarem muito tempo estáticas utilizando os aparelhos, elas acabam criando vícios nos jogos e cada vez menos praticam exercícios que estimulam o fortalecimento muscular, o progresso motor e o equilíbrio.

É prudente que a exposição aos eletrônicos seja incentivada após os quatro anos e o tempo da prática deve ser restrito para não desenvolverem um vício. Com tanta incidência de problemas posturais, como, por exemplo, a escoliose, a hipercifose e as lesões discais acabam aumentando.

Os cuidados com a coluna dos pequenos não podem ser monitorados apenas durantes as atividades diárias. A acomodação na hora do repouso é muito importante. A a melhor posição para as crianças dormirem é de lado mas, como elas se movimentam muito durante o sono, fica difícil manter a posição adequada.

Divulgação

* Giuliano Martins é fisioterapeuta, diretor regional da Associação Brasileira de Reabilitação de Coluna (ABRColuna), proprietário do ITC Vertebral

 

Deixe o seu comentário!

Tagscoluna, criança, fisioterapia, medicina,

Copyright © 2012-2015 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização