HOME > Judô > Curiosidades
Curiosidades

Curiosidades do Judô

 

Domínio caseiro

O ex-judoca Douglas Vieira, medalha de prata em Los Angeles-1984, foi o técnico do chileno Gabriel Lama em Sydney-2000. Lama foi o único representante do judô do Chile naquela Olimpíada.

 

Presa fácil

Em Tóquio-1964, o judoca filipino Thomas Ong chegou ao Japão cheio de esperanças. Mas logo no primeiro combate foi derrotado em apenas seis segundos. Na repescagem, enfrentou o futuro finalista Akio Kaminaga, que o venceu em apenas 4 segundos.

 

Batendo a concorrência

Jigoro Kano, inventor do judô, abriu uma academia de artes marciais chamada Kodokan Judo. Ela ganhou seguidores e, em 1886, os discípulos de Kano derrotaram com facilidade os membros de uma poderosa academia de jiu-jitsu da época. Assim, o esporte se expandiu ainda mais.

 

Tatame perfumado

O judô feminino começou a fazer parte do programa olímpico apenas em Barcelona-1992. O Brasil nunca conseguiu uma medalha no feminino. Até 1980, o extinto Conselho Nacional de Desportos proibia competições de judô entre mulheres por considerá-las muito violentas.

 

Ouro brazuca

O judoca Aurélio Fernandes Miguel ganhou a única medalha de ouro do Brasil em Seul-1988. O paulista venceu suas cinco lutas na categoria meio pesado. Ainda no judô, as atletas Mônica Angelluci e Soraia André ficaram na quinta colocação.

 

Namoro na TV

Em Atlanta-1996, logo depois de conquistar a medalha de ouro na categoria abaixo de 52 kg, a judoca francesa Marie-Claire Restoux correu até seus pais para pedir o telefone celular e ligar para o namorado, que tinha ficado na França. Na frente das câmeras, ela declarou ao vivo todo seu amor diante de milhões de telespectadores.

Copyright © 2012-2015 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização