HOME > Esportes > Atletismo > Histórico! Caio Bonfim leva o Brasil ao pódio no Mundial de Atletismo da Inglaterra
Histórico! Caio Bonfim leva o Brasil ao pódio no Mundial de Atletismo da Inglaterra

Histórico! Caio Bonfim leva o Brasil ao pódio no Mundial de Atletismo da Inglaterra (CBAt)

Londres (Inglaterra) – O domingo (13/08/2017), último dia de provas do Campeonato Mundial de Atletismo 2017, foi histórico para o Brasil. O brasiliense Caio Bonfim surpreendeu a todos e subiu ao pódio para receber a medalha de bronze na prova dos 20 km marcha atlética, que teve como linha de chegada o Estádio Olímpico, em Londres, na Inglaterra. Ele completou as 10 voltas no circuito de 2 km, montado próximo ao Palácio de Buckingham, em 1:19:04, novo recorde brasileiro.

Nos últimos anos, Caio já havia se aproximado do pódio em grandes competições. No ano passado terminou em quarto lugar nos Jogos Olímpicos Rio 2016, quando completou a prova em 1:19:42, o recorde nacional anterior. No Mundial de Pequim 2015, havia ficado em sexto lugar.

“Foi uma prova muito difícil. Começou com um ritmo muito forte e achei que ninguém iria aguentar. Preferi manter o que tinha treinado, o que deu certo”, comentou, muito feliz, com a bandeira brasileira nas costas. “Ainda não caiu a ficha, mas tenho muito a agradecer a minha família, que me dá todo o apoio”, disse.

O colombiano Eider Arévalo conquistou a medalha de ouro, com 1:18:53, novo recorde nacional, seguido do russo Sergei Shirobokov, da equipe independente, com 1:18:55.

Outro grande resultado foi obtido nos 20 km marcha feminino, com a pernambucana Erica Rocha de Sena, que ficou muito perto do pódio. Ela completou o percurso em quarto lugar, com a marca de 1:26:59, novo recorde sul-americano, que era dela mesma, com 1:27:18, estabelecido em 2016, durante o Mundial de Marcha Atlética por Equipes, em Roma.

Erica esteve sempre no pelotão de frente, desde a largada, manteve um ritmo forte até o km 17, quando recebeu placas de advertência de quatro árbitros. “Fiquei preocupada. Tive o receio de ser desqualificada e diminui o ritmo”, comentou a brasileira, atleta da B3 Atletismo, que é orientada pelo marido, o equatoriano Andrés Chocho.

“O objetivo era a medalha, claro, e fiquei muito perto. O outro é melhorar minha marca e consegui. Planejei tudo para chegar na minha melhor forma no Mundial”, lembrou a marchadora, que foi a sexta colocada em Pequim 2015 e a sétima no Rio 2016.

A chinesa Jiayu Yang conquistou a medalha de ouro, com 1:26:18, seguida da mexicana Maria Guadalupe González, com 1:26:19, e da italiana Antonella Palmisano, com 1:26:36.

Nos 50 km marcha atlética feminina, que foram disputados pela primeira vez no Campeonato Mundial, a catarinense Nair da Rosa terminou em quinto lugar. O seu tempo não foi registrado porque ela não completou a distância e a prova foi interrompida pelos organizadores.

Fonte: CBAt

Deixe o seu comentário!

TagsAtletismo, Brasil, marcha atlética, medalha,

Copyright © 2012-2016 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização