HOME > Especiais > Paralímpicos > Atletismo dá as primeiras medalhas ao Brasil nos Jogos Paralímpicos Rio 2016
Atletismo dá as primeiras medalhas ao Brasil nos Jogos Paralímpicos Rio 2016

Atletismo dá as primeiras medalhas ao Brasil nos Jogos Paralímpicos Rio 2016 (CPB)

O atletismo foi a modalidade responsável por dar as primeiras medalhas para o Brasil nos Jogos Paralímpicos Rio 2016. Nesta quinta-feira (08/09), primeiro dia de competições, Ricardo Costa levou o ouro no salto em distância masculino, na classe T11. A outra medalha do dia veio com Odair Santos, que foi prata nos 5000m T11. As provas de atletismo estão acontecendo no Estádio Olímpico do Engenhão, no Rio de Janeiro.

Numa disputa acirrada, Ricardo Costa ultrapassou o recordista mundial Lex Gillette (EUA) em seu último salto, alcançando 6m52 (sua melhor marca pessoal) e superando a então melhor marca da prova: 6m44, do norte-americano.

“Eu estou muito emocionado. É um momento que vou levar pro resto da minha vida! Incomparável!”, declarou o saltador. “Eu senti que o ouro tava perto quando finalizei o salto. Ali, realmente, eu senti que era o ouro”, completou.

Odair Santos também foi destaque neste início de disputas no atletismo. O fundista garantiu a primeira medalha do Brasil nos Jogos – a prata nos 5.000m masculino T11. Ele, que era dono da melhor marca da temporada – 15min16s82, finalizou a prova com o tempo de 15min17s55, brigando até os últimos metros pelo primeiro lugar. Porém, foi superado pelo queniano Samwel Mushai Kimani, que fez 15min16s11. Completou o pódio outro atleta do Quênia: Wilson Bill (15min22s96).

Nas eliminatórias dos 100m feminino T11, as três representantes do Brasil avançaram às semifinais. Lorena Spoladore fez 12s40 na primeira bateria e chegou na melhor colocação. Na terceira série, Terezinha Guilhermina (12s01) correu para 12s19 e ficou atrás da chinesa Cuiqing Liu, que venceu com 12s03. Pela última sessão, Jerusa Geber não tomou conhecimento de suas adversárias e chegou à frente com a marca de 12s34.

A primeira prova de campo do dia com brasileiros não teve pódio verde e amarelo. Caio Vinicius e Alessandro Rodrigo disputaram a final do arremesso de peso F12 masculino e obtiveram, respectivamente, quinta e décima posições.

Fonte: CPB

Deixe o seu comentário!

TagsJogos Paralímpicos, Rio 2016,

Copyright © 2012-2016 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização