HOME > Esgrima > História no Brasil
História no Brasil

A esgrima esportiva tornou-se conhecida no Brasil em 1907, quando a Missão Militar Francesa fundou na cidade de São Paulo uma Sala de Armas na primeira Escola de Educação Física do país, pertencente à Força Pública. Há indícios, no entanto, de que o esporte foi praticado no período colonial, com a chegada da Corte Portuguesa em 1808.

Em 1925, foi disputado o primeiro Campeonato Paulista, tendo como participantes, em sua maioria, membros das Forças Armadas e da Polícia. Dois anos mais tarde foi fundada a Confederação Brasileira de Esgrima, que se encarregou de organizar o primeiro campeonato nacional em 1928. Esporte pouco divulgado no Brasil, a atividade resume-se aos estados do Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro.

Em Olimpíadas, o Brasil nunca conquistou medalhas em seis participações (1936, 1960, 1968, 1988, 1992 e 2000). Em toda a sua história no esporte, o país alcançou apenas uma boa colocação nos Jogos Pan-Americanos de Winnipeg-1967, quando Arthur Cramer – hoje presidente da Confederação e também árbitro olímpico – ficou com a medalha de ouro.

Em Sydney-2000, o único atleta brasileiro a participar foi Marco Martins – o Keko – na modalidade florete. Na primeira fase classificatória, Keko foi eliminado pelo atleta James Beevers, da Grã-Bretanha, por 15 a 7.

fonte: Uol, Terra e globo.com

Copyright © 2012-2015 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização