HOME > Esgrima > Curiosidades
Curiosidades

Curiosidades da Esgrima

Prodígios

Em Paris-1900, o francês Gustave Sandras, de 1,59 m de altura, pesando 63 kg e com 18 anos de idade, ganhou o concurso geral da esgrima, disputado em 11 provas contra 133 adversários. Ramón Fonst – de apenas 16 anos – venceu a prova de espada para mestres de armas, dando a primeira medalha de ouro para Cuba e a primeira para a América Latina.

Dupla dinâmica

Nos Jogos da Antuérpia-1920, os irmãos italianos Nadi levaram nove medalhas olímpicas para casa. Nedo conquistou ouro no florete e no sabre, sobre seu irmão Aldo, que ficou com a prata. Nas provas coletivas, três ouros para a dupla: florete, espada e sabre.

Nazismo

A Hungria ganhou sua primeira medalha de ouro em Amsterdã-1928, na prova de sabre por equipes. Liderados por Attila Petschauer, os húngaros venceram os 20 assaltos que disputaram. Quinze anos depois, Petschauer morreria torturado pela própria polícia do seu país por ser judeu. Outro membro da equipe, Janos Garay, morreria em um campo de concentração.

Astro de cinema

Na equipe de esgrima da Austrália, em Los Angeles-1932, competiu um atleta chamado Errol Flyn. Ele não conseguiu nenhuma vitória esportiva, mas teve a sorte de ser contratado pelos estúdios de Hollywood para converter-se em uma das maiores estrelas do cinema mundial.

Tecnologia

Em Berlim-1936, apareceu pela primeira vez a espada elétrica, que sinaliza automaticamente os toques no adversário. Nessa disciplina, a esgrimista alemã judia Helene Mayer, que morava nos Estados Unidos, foi convidada a competir por seu país natal, conseguindo a medalha de prata.

Luto

Até hoje existe apenas um caso de morte no esporte. Aconteceu no Campeonato Mundial de Roma, em 1982. O combate era entre o alemão Reinhold Behr e o russo Wladimir Smirnov, campeão mundial de florete. Em uma ação entre os dois, a lâmina do florete de Behr quebrou. Na continuação, o florete do alemão acabou atravessando a máscara de Smirnov, acertando o rosto do russo.

Recordista

O maior ganhador de medalhas de ouro da esgrima em Jogos Olímpicos é o húngaro Aladar Gerevich. Ele conquistou sete medalhas de ouro no sabre, sendo seis com a equipe da Hungria e uma no individual, entre as Olimpíadas de 1932 e 1960. Além disso, Gerevich conquistou uma medalha de prata e outra de bronze também no sabre individual.

 

Fonte: Uol, globo.com

Copyright © 2012-2015 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização