HOME > Canoagem > História no Brasil
História no Brasil

No Brasil, a canoagem surgiu como prática esportiva de forma informal no ano de 1943, através de um imigrante alemão nascido em 1915, o Sr. José Wingen. Ele residiu em Porto Alegre e em 1941 mudou-se para a cidade de Estrela banhada, pelo Rio Taquari, onde decidiu construir uma embarcação de madeira parecida com as que ele utilizava durante a sua infância quando competia pelo Kanu Club da Alemanha.

 

Dessa forma surgiu o primeiro caiaque na região e no país, denominado de “regata”, que despertou um enorme interesse pela atividade na comunidade local.

Posteriormente, segundo o próprio Sr. José Wingen, a canoagem sofreu com a falta de infra-estrutura, desestimulando os praticantes, mas acabou tendo o seu mais duro golpe com a construção da represa de Bom Retiro, levando a canoagem nacional a um momento de estagnação e descontinuidade (IMBRIACO, 2001).

 

Somente em meados da década de 70 / 80, a canoagem nacional foi retomada com a chegada dos primeiros caiaques em fibra de vidro trazidos da Europa e da Argentina. Tais embarcações serviram como molde para a construção dos primeiros caiaques nacionais em resina de poliester reforçada com fibra de vidro (IMBRIACO, 2001; ROBBA, 2001).

 

Pouco difundido, o esporte só ganhou as primeiras competições oficiais nos anos 80, com a criação da Associação Carioca de Canoagem. Em 1984, na cidade de Visconde de Mauá, no Rio de Janeiro, foi disputada a primeira prova oficial de canoagem. No mesmo ano foram realizadas algumas provas de velocidade, na Lagoa Rodrigo de Freitas, na capital fluminense.

No dia 3 de maio de 1985 foi fundada a Associação Brasileira de Canoagem, durante uma competição da Volta da Ilha de Vitória, no Espírito Santo. No dia 18 de março de 1989, a associação mudou o nome para Confederação Brasileira da Canoagem (CBCa). Nos anos 90, o Brasil começou a ganhar praticantes no esporte. Em 1992, Gustavo Selbach conquistou a medalha de bronze no Campeonato Mundial Júnior de Slalom, disputado na Noruega.

No mesmo ano, Sebastián Cuattrin se tornou o primeiro canoísta brasileiro a participar dos Jogos Olímpicos, em Barcelona-1992. Maior nome da canoagem nacional, ele foi 46 vezes campeão brasileiro em diferentes distâncias, hexacampeão sul-americano entre 1990 e 1996 e tetracampeão pan-americano. Nos Jogos de Atlanta, em 1996, ele terminou na oitava colocação no K-1 1.000 m, sendo o único representante do continente americano nas finais masculinas.

 

PRINCIPAIS DATAS NA CANOAGEM BRASILEIRA

1979 - Por iniciativa de Leopoldo J. L. Ávila, o inglês Alan Byde, um verdadeiro teórico da canoagem, veio ao Brasil, trazendo na bagagem os pedaços de um caiaque de turismo, típico da década de 60. Leopoldo chegou a construir no quintal de sua casa cerca de duzentos caiaques.
1980 - Foi fundada a ACC – Associação Carioca de Canoagem, 1a. entidade oficial da canoagem brasileira, presidida por Uwe Peter Kohnen.
09/04/1982 – I Encontro Nacional de Canoagem – Visconde de Mauá, RJ
19/02/1984 – I Prova Oficial de Canoagem – Rio Preto, Visconde de Mauá, RJ
20/10/1984 – I Prova Oficial de Velocidade, Lagoa Rodrigo de Freitas, Rio de Janeiro, RJ
1984 – Ingresso na FIC ( Federação Internacional de Canoagem)
03/04/1985 – Ingresso no Consejo Sudamericano de Canoas
03/05/1985
– Fundação da Associação Brasileira de Canoagem, durante a I Volta da Ilha de Vitória, em Vitória, ES, com a presença da Bahia, Espírito Santo, Minas Gerais, Rio de Janeiro, São Paulo e Rio Grande do Sul. Sendo eleito Presidente o Sr. Uwe Peter Kohnen.
02/05/1988 – Foi eleita e empossada a 2a Diretoria da ABC, tendo como Presidente o Sr. João Tomasini Schwertner.
18/03/1989 – É fundada a Confederação Brasileira de Canoagem – CBCa, com a participação das Federações dos Estados da Bahia, Rio de Janeiro, Minas Gerais, São Paulo, Brasília, Goiás, Mato Grosso do Sul e Rio Grande do Sul.
1992 – Gustavo Selbach ganha medalha de bronze no Campeonato Mundial Júnior de Slalom na Noruega.
1996 – Olimpíada de Atlanta, Sebastian Ariel Cuattrin, conquista o 8o. lugar no K-1 1000 m, único americano nas finais masculinas de Caiaque.
1996 – O Estado do Paraná inclui a Canoagem [Slalom, Travessia (Maratona), Rafting] nos Jogos Mundiais da Natureza, construindo uma pista artificial de slalom em Foz do Iguaçu
09/1996 – Última etapa da Copa Mundial de Slalom, em Três Coroas, RS, com a participação de 17 países.
22/11/1996 – No XXVI Congresso da FIC, o Brasil conquista os Mundiais de Caiaque-Pólo (2000) e Velocidade Júnior (2001), com sede nas cidades de São Paulo e Curitiba, respectivamente.
1997 - A canoagem brasileira realiza seu grande sonho: promover um Campeonato Mundial – Três Coroas, RS – Campeonato Mundial de Canoagem Slalom.
1997 – O Brasil conquista o Mundial de Wave Ski, da Associação Mundial de Wave Ski e elege o Sr. Mário Silveira de Souza com Vice-Presidente da entidade.

 

Fonte: CBCa (www.cbca.org.br)

Copyright © 2012-2015 NBCom Comunicação. Todos os direitos reservados.

Realização